Ficha do Accel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha do Accel

Mensagem por Accel'der lerator em Ter Nov 05, 2013 9:37 pm

Nome: Accel'Der Lerator 

Idade: 16 Anos
Raça: Wescan
Sexo: Masculino

Local de Nascença: Principado de Vaz

Localização Atual: Principado de Vaz

-------------------------------------------------------------------------------------|

Nível Inicial: 
Nível de Comando: 
Experiência Inicial: 0/100 [
Dinheiro: 100 talentos (moedas do ocidente, terra dos humanos), 0 Aruendos (moedas do oriente), 100 Marcos de Bronze (moedas das terras-sem-rei) [mudar de acordo com o quanto gasto nas lojas dos personagens iniciais]


---------------------------------------------------------------------------------------|


Armas: Canhoneira Pistola e Espada de Ferro

Armaduras: Roupão de Couro,Botas de Couro e Manoplas de Aço

Aparência: Uma pele levemente escura,cabelos mais ou menos longos até mais ou menos a altura do ombro,o cabelo de uma cor de um roxo mais escuro que se torna quase um negro o cabelo em suas pontas na parte de traz é trançado e o cabelo da frente é penteado para trás e preso para nao cair sobre os olhos e atrapalhar a minha visão,meus olhos um possui a cor azul bem clara como a cor do céu e outro olho possui uma cor vermelha viva,quando não estou indo para algum lugar perigoso sempre estou vestindo uma camiseta branca com palavras em Wescandor que significam "Metal e Escama" e uma calça comum,ao lado da minha sobrancelha no fim dela uma cicatriz que se estende até a metade da testa e logo ao lado desta na horizontal outra cicatriz não muito mais longa.
---------------------------------------------------------------------------------------|

Personalidade: Geralmente está em bom humor,não gosta de ser pertubado por nenhum a gente do governo ou coisas semelhantes,está sempre procurando algo para fazer,ficar parado não é de seu feitio,muitas vezes curioso para descobrir sobre as criaturas magicas que existem neste mundo,ajudar as pessoas que juga que precisam de sua ajuda para seguir em frente.

História: Tudo começou quando tinha apenas 8 anos,vivia numa familia classe media junto dos meus pais e meu avô numa casa proxima a uma cidade ou seja um lugar semi-rural,eu possuia dois irmãos minha irmã Rin e meu irmão mais velho Desmond,ele era um Meio-Wescan pois como irmão mais velho sua mãe era uma humana,mas ela faleceu alguns anos depois que ele nasceu,então meu pai se casou com minha mãe,alguns anos depois eu e minha irmã gemea nascemos,quando eu e minha irmã tinhamos 8 anos enquanto dormiamos acordamos com a casa em chamas e procuramos todos,logo minha mãe pegou a mim e meu irmão e fugiram,meu avô havia morrido juntamente de meu pai,não consegui entender o que estava acontecendo mas quando corriamos Eu e minha Irmã olhavamos para trás vendo tudo aquilo nosso se perder e a unica coisa que pude ver foi uma enorme sombra se mover para longe de minha casa em chamas,não sabia o que era apenas vi um sorriso enorme e algo desaparecer.
mais ou menos 1 mês depois enquanto tentavamos nos refugiar em uma pequena cidade sem governadores e homens confundiram nossa mãe com uma mulher de um grupo de magos e foi cruelmente assassinada em nossa frente,como tentamos fugir meu irmão que já tinha 14 anos tentou nos proteger,em meio a "batalha" que estava mais para uma briga meu irmão teve seu braço esquerdo cortado e o olho esquerdo cegado,por fim nós conseguimos fugir,fomos acolhidos por um grupo de crianças que eram cuidados por um Senhor de 50 anos e ele nos ajudou e salvou a vida de meu irmão ,quando nós chegamos a 12 anos de idade,Joel o homem que nos acolheu contraiu uma doença terrivel e sem cura e morreu,então nós um grupo de 8 crianças de 10-12 anos liderado pelo meu irmão que tinha 18 anos,nós passamos quase 1 ano numa vida terrivel,vagando em meio uma unica ilha em busca de alguem que pudesse nos ajudar,chegamos a uma pequena vilinha onde homens nos acolheram cerca de uma semana a vila inteira havia sido destruida e nós nao entendemos,todas as crianças forma mortas e nos vimos aquelas crianças despedaçadas e mortas proximos a nós...eles eram como nossos irmãos,nós tentamos fugir com algumas pessoas da vila mas todas foram mortas por alguma coisa que nós nao distinguiamos,aquilo...aquela sensação de medo e aquela sensação de proximidade era a mesma de quando nós ficamos sem casa.


Meu irmão Desmond conseguiu fazer com muito trabalho duro em uma fabrica nos dar uma vida numa cidade proximo ao Principado de Vaz,no decimo segundo dia,do terceiro mês daquele ano,magos e alguns soldados foram nas ruas usando armas e espigardas para enfrentar rebeliões de algumas pessoas estranhas e então um desses rebeldes tentou nos atacar e meu irmão usando um pedaço de metal conseguiu matar o cara e nos levar pra longe,a pequena cidade estava sendo destruida por uma pequena guerra e neste momento um homem estranho que parecia um grandioso criminoso mas ao mesmo tempo um santo incomparavel,meu irmão...ele morreu nessa luta ele já nao possuia um braço e um de seus olhos e aquele homem usou uma estranha magia e destruiu metade do corpo de meu irmão eu e minha irmã entramos em desespero eu ensandecido tentei o atacar e ele usando um cajado parecido com uma flor bateu em minha cabeça e causou minha primeira cicatriz horizontal e logo após ele foi embora,desapareceu...nós decidimos depois disso fomos embora para o Principado de Vaz com alguns sobreviventes e olhando para trás,vimos mais uma vez uma grande perda,um irmão a mais ir embora e estranhamente senti aquela sensação de proximidade e medo de longe pude ve como uma sombra o mesmo sorriso cheio de dentes pontudos e que provavelmente eram capazes de dilacerar um homem com qualquer mordida.
Quando tinhamos 15 anos estavamos vivendo em Principado de Vaz,estavamos estabelecidos,rumores de que magos estavam entre nós fez com que alguns homens preconceituosos e racistas conforme os magos ilegalmente se juntaram e tentaram matar os sobreviventes,nós fugimos e um Homem de uns 30 anos,com uma enorme queimadura do lado direito da cabeça provavelmente causado por um Piromancer puxou uma canhoneira e tentou nos matar,eu consegui por muito pouco sobreviver ao homem utilizando de uma barra de ferro o acertei antes de ele atirar e o deixei inconsciente,enquanto corriamos para longe,provavelmente aquele homem conseguiu levantar-se e deu um tiro com sua canhoneira e acertou a minha irmã,ela caiu sobre mim com um ferimento em suas costas,o homem mais uma vez havia ficado inconsciente,sem muito o que fazer,vi minha irmã sobre meus braços falar comigo e ter uma ultima conversa mais expressamente sobre o quando nossos olhos eram estranhos,nao demorou muito tempo,eu tentei convence-la mas acho que tanto eu quanto ela sabiamos,era inevitavel ela iria morrer,depois de encerrarmos a nossa conversa com a minha irmã gemea,aquela que me acompanhou toda a vida a unica que ficou comigo desde que nosso mundo desmoronou,depois de ela parar de respirar,soldados do principado chegaram e acabaram com aqueles pseudo-revolucionarios idiotas.


Desde então decidi seguir em frente,a morte parecia estar ao meu lado,então viver o maximo que posso,conseguir o maximo que posso,subir o mundo e explorar tudo enquanto posso,decidi não me vingar decidi viver por aqueles que nao viveram comigo,decidi viver por aqueles que morreram me acompanhando ! então essa é a hora de seguir em frente,neste pequeno resumo de minha vida até os meus 16 anos.


---------------------------------------------------------------------------------------|

Técnicas/Poderes/Habilidades/Magias: 

Nome: Feral Ins'der Lerator

Descrição: Consigo sentir uma estranha sensação,como um leve arrepio na espinha que se extende para os ossos e logo depois uma sensação de adrenalina,a partir deste momento criaturas reptilianas como pequenos lagartos ou repteis do tamanho de cachorros ou um pouco maiores,tanto eu quanto eles são capazes de entender é como se nós estivermos conectados e assim nós tentamos lutar como uma dupla.(Essa habilidade vale para repteis menos inteligentes,outros mais inteligentes já não é mais capaz de fazer isto afinal ainda sou fraco usando essa magia)
avatar
Accel'der lerator
Explorador Novato
Explorador Novato

Masculino Mensagens : 5
Data de inscrição : 03/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha do Accel

Mensagem por Aliot von Limbourg em Sex Nov 08, 2013 1:50 pm

Accel, devo lhe dizer que sua ficha está excelente, no entanto, não poderei aprová-la ainda.

Existem alguns aspectos da ficha do seu personagem que contradizem várias coisas do RPG, como por exemplo:

1º: Em Vaz, a magia ela É permitida.

A magia em Vaz não só é permitida como é incentivada. Vaz é  o "porto seguro" de todo mago. Existem escolas de magia e centros de acolhimentos a magos por lá, então, se os dois soldados achassem que a mãe do seu personagem fosse uma maga, é bem provável que eles dessem um "high-five" nela LOL

2º: Instabilidade política

Bom, pelo o que deu para entender na sua ficha, Vaz (ou seja lá aonde seu personagem estava) estava numa merda total. Soldados atacando inocentes, constantes brigas e conflitos (com seu personagem).
De todos os países do oriente, Vaz é o país que melhor possui uma estabilidade política. Diga-se de passagem: Vaz possui a melhor taxa de qualidade de vida de todo o oriente

3º: instabilidade mental

Pelo o que dá para ver, seu personagem passou por um inferninho Haha!

Bom, o lance é o seguinte: todo mago possui uma certa "inclinação" a loucura, se seu personagem (mago) tivesse passado por isso tudo, além da propensão a loucura natural, o estresse pós traumático faria com que ele, surtasse (na melhor das hipóteses, ele viraria um esquizofrênico).

O personagem do Crazy Bird (Indrick B'olvis) vez por outra, dá um "piripaque" (e ele é mago mentalista)
A Kurosawa Mio (que também é mentalista) por pouco não surta quando ela se lembrou do passado dela (uma missão desastrosa que quase dizimou um grupo inteiro de mercenários no qual ela participara), ela chorou, ficou paranóica (coisa básica)

Até o Aron Lightsworn, um mago electromante (que é um dos magos do grupo com a saúde mental mais estável) surtou quando um membro da Helia Signa em Marsivel xingou a família dele e humilhou-o
E de quebra, o Aron derreteu (literalmente) os olhos do cara com um choque


Bom, a não ser que você queira jogar com um psicopata esquizofrênico em potencial, então eu recomendo que você pegue um pouco mais "leve" com ele Haha!

----

Bom, no mais, é isso. Gostei bastante da ficha (e fico feliz por alguém FINALMENTE ter decidido fazer um wescan no RPG), e gostei bastante da habilidade de domador XD

(Me corrija se estiver errado, EU acho que é domador)

Coincidência ou não, a palavra "Ins'der" é bem semelhante a palavra wescandor "Ïndher", que significa "bicho" (ou fera)

E, falando de wescandor, "metal e escama" no idioma dos wescans é "Eyna a Chador"

Bom, no mais, é isso. Sua ficha está boa, mas são esses pequenos detalhes que podem fazer a diferença nela.

A propósito... quando puder, venha na shoutbox. Vi os arquivos da mesma e vi que o Oliver defecou cometeu alguns erros sobre a magia em Skyworld, e gostaria de eu mesmo explicar-te como ela procede

_________________
Habilidades:

Nível 2: Gatilho de Chamas
Descr: imbui a propriedade de fogo na sua arma, permitindo disparar uma bola de fogo pela canhoneira

Nível 2: Sincronicidade
Descr: essa habilidade permite fazer com que os sentidos de Aliot entrem em sincronia com o ambiente ao seu redor, permitindo que ele possa realizar ataques e movimentos muito rápidos, num espaço de tempo moderado, assim como golpes e disparos mais precisos e potentes.
avatar
Aliot von Limbourg
Admin

Masculino Mensagens : 1275
Data de inscrição : 16/12/2012
Idade : 639
Localização : Portus Luna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum